Romanelli quer Paraná no modelo federal de pedágio mais barato

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) defendeu nesta segunda-feira, 22, uma mobilização do legislativo estadual para a inclusão das rodovias paranaenses na nova proposta do governo federal para baratear as tarifas de pedágios. Segundo reportagem do jornal do O Globo, o Ministério dos Transportes estuda aportar recursos públicos nas novas concessões de rodovias para realização de obras.

“Não é possível que nós, paranaenses, seremos mais uma vez obrigados a pagar uma tarifa maior que o resto do Brasil”, disse Romanelli ao comentar a matéria que traz informações do secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Jorge Santoro. Segundo o texto, a União deve divulgar em junho um novo modelo para estimular as concessões de rodovias, com a injeção de recursos públicos.

Romanelli disse que ainda é tempo de questionar o governo federal e reivindicar isonomia do programa de exploração de rodovias paranaenses com o de outras regiões do País que poderão ser beneficiadas com a nova modelagem. “O modelo do Ministério dos Transportes é bom para o Brasil. Porém, tem que ser para nós também. Nós também queremos pedágios com preço barato e esse preço barato é possível com investimento público”, afirmou.

O deputado explicou que no caso das concessões paranaenses, os investimentos na ampliação da capacidade das rodovias e outras obras serão custeados pela tarifa, e que isso pressiona o valor do pedágio. “Eu estou estarrecido. Não é possível aceitar que, mais uma vez, seremos tratados de forma discriminatória. Essa proposta não pode ser só para os estados onde há interesse político”, observa Romanelli.

“Não tenho dúvida que ministros do atual governo vão usar esse modelo nas regiões que atuam politicamente e os paranaenses vão, mais uma vez, ficar com a conta salgada do pedágio”, ressalta o deputado. “O paranaense não pode, de novo, pagar a conta para beneficiar outros estados da federação”, sustentou Romanelli.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More