Requião Filho cobra providências sobre denúnicas contra ex-controlador-geral do Estado

Deputado na sessão desta segunda-feira (6) | Foto: Orlando Kissner / Alep

Na primeira sessão da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) de 2024, realizada nesta terça-feira (6), o deputado Requião Filho (PT) cobrou providências do governo Ratinho Junior a respeito de uma denúncia envolvendo o ex-chefe da Controladoria Geral do Estado (CGE) e atual Diretor Jurídico da Sanepar, Raul Clei Coccaro Siqueira.

Requião Filho revelou que a atual CGE, Luciana Carla da Silva Azevedo, determinou no dia 18 de dezembro a instalação de uma sindicância para apurar indícios de rachadinha; viagens fantasmas e desvio de patrimônio doado pela Receita Federal, entre outrads irregularidades, ocorridos enquanto Raul Siqueira atuou como CGE.

“Durante a investigação, 30 pessoas foram ouvidas entre os dias 8 e 12 de janeiro, tentando esclarecer denúncias envolvendo o ex-CGE, Raul Siqueira, com indícios de peculato, concussão, rachadinha, desvio de patrimônio doado pela Receita Federal, viagens irregulares e atividades particulares exercidas de forma irregular. Na conclusão, a comissão afirmou: ‘observa-se a existência de indícios de prática de rachadinha, assim como em outras situações relacionadas a desvio de patrimônio, viagens irregulares, e contratação de familiares para cargos públicos’.

Para o deputado, os fatos colocam em dúvida a atuação de Raul Siqueira e todas as ações do ex-Controlador deveriam ser revisadas.

“Do pedágio à Lotopar, ele estava envolvido em muitas situações. O ex-CGE, investigado pela atual Controladora Geral, é acusado de desvio de dinheiro, desvio de diárias, rachadinhas, apropriação indevida de patrimônio! Nós queremos saber: governador vai proteger o senhor Raul Siqueira, ou a Controladora terá carta branca para levantar e apurar estes fatos. O governo Ratinho adota o discurso de transparência e moralidade. Na propaganda, tudo é bonito, lindo e correto. Mas aqui no Paraná a prática não se alinha a este discurso. O tal compliance, que deveria ser um farol de retidão, uma bússola atras da honestidade, não funcionou nem para o Controlador Geral do Estado! É uma piada pronta”

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More