Pré-candidato a prefeito de Curitiba, Zeca Dirceu defende unidade do PT nas eleições municipais

Deputado na reunião da CNB

O deputado federal Zeca Dirceu (PT) comunicou oficialmente neste sábado (27) durante plenária da CNB (grupo majoritário do PT) sua pré-candidatura a prefeito de Curitiba para as eleições de outubro deste ano. “Estou muito empolgado. Foi um grande encontro com a presença da militância de Curitiba, região metropolitana e cidades do interior. Debatemos temas de interesse ao país, ao Paraná e aos municípios. Estou entusiasmado porque a ampla maioria das lideranças da base, do partido, dos filiados, dos militantes, dirigentes históricos, querem, desejam e trabalham por uma candidatura própria em Curitiba”, destacou ao defender a unidade e o protagonismo do partido na disputa das prefeituras paranaenses.

Zeca Dirceu asseverou que há ainda uma uma certa divisão entre os dirigentes petistas sobre a melhor estratégia e forma do partido disputar as eleições nos maiores colégios eleitorais do estado, mas que encontros como deste sábado em Curitiba, a posição da militância e dos filiados vai acabar convencendo “quem ainda não não tenha se convencido”. “Claro que com respeito muito grande ao propósito da Frente Ampla (PT, PCdoB, PV, PDT e PSB) que foi criada, ao direito também de como o PT tem, os outros partidos também pleitearam essa candidatura, apresentarem os seus nomes”, disse.

“Meu nome ter sido lembrado, que é um dos poucos inscritos, é claro que é algo também que me alegra me deixa feliz e aumenta e muito agora a minha vontade de trabalhar muito, conversar muito internamente no PT também com as outras forças políticas do partido e continuar conversando dentro da Frente Ampla até no sentido de convencer sobre o que é melhor nome nesta disputa, não só pro PT, mas o melhor nome pra Frente Ampla é do nosso partido”, completou.

Pré-candidaturas

O deputado também que as candidaturas, embora pouco conhecidas, com apoio do prefeito e governador tendem a crescer nas pesquisas, mas que essa tendência ainda não é clara ou com resultado eficaz durante o processo eleitoral. “É claro que quem disputou mais eleições em Curitiba é mais conhecido e naturalmente tem o nome mais lembrado. O que eu disse no encontro, o que a militância entendeu e o partido concordou, que as pesquisas neste momento são relevantes, mas não dá para considerar só isso”, disse.

“Entre fevereiro até maio ou junho, muita coisa pode mudar. Inclusive quem hoje apontamos e que talvez venha a ser o nome de uma frente que nos representa, pode nem querer mais ser candidato. O PT tem que ter firmeza. O PT do Paraná tem que ajudar o PT de Curitiba. O PT nacional tem que olhar Curitiba não só com essa grandeza que a cidade tem para o estado mas Curitiba é uma cidade diferente para o Brasil, pelo que o presidente Lula viveu aqui, pela desgraça, tragédia e fraude que foi a da Lava Jato que produziu figuras como o juiz ladrão Sérgio Moro e o deputado cassado inelegível Deltan Dallagnol”, apontou Zeca Dirceu. 

Para o deputado, Curitiba tem que ser olhada como uma cidade diferente, talvez, inclusive, de todas as outras capitais do País. “Venho aqui (na plenária da CNB) como quem nasceu e cresceu dentro do PT. Eu não tenho fidelidade exclusiva à minha história. Eu não tenho fidelidade exclusiva ao meu mandato. Agora eu tenho sim fidelidade exclusiva ao meu partido. Que é o partido que me viu nascer em 78, que foi fundado em 80 e que eu estou dentro dele, fiel a ele, leal a ele”, afirmou.

Foto: Eduardo Matysiak
você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More