Itaipu vai apoiar universidades em projetos de sustentabilidade nos 399 municípios

Assunto foi debatido durante encontro de diretores da Binacional com reitores de sete universidades do Estado, nesta segunda-feira (22).

Fotos: Rafa Kondlatsch

A Itaipu Binacional, em parceria com a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), vai formar um grupo de trabalho para atender as demandas das universidades estaduais do Paraná. A apresentação foi feita na manhã desta segunda-feira (22), durante uma reunião dos reitores das sete universidades estaduais do Paraná com a diretoria de Itaipu.

A iniciativa pretende criar um programa de extensão universitária em projetos voltados à sustentabilidade territorial, considerando os 399 municípios do Paraná. O convênio quer construir uma rede de ações de extensão em temas como os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e a Agenda 2030, para que estudantes das universidades estaduais busquem soluções aos desafios socioambientais.

“Entendemos o papel da Itaipu, voltado para produção de energia e no desenvolvimento de programas sociais e ambientais, em todos os municípios do Paraná. Agora, queremos abrir o diálogo e saber onde podemos avançar em nossa missão com o apoio das universidades”, resumiu o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri.

Além dele, participaram do encontro os diretores de Itaipu Carlos Carboni (Coordenação) e Iggor Gomes Rocha (Administração) e o diretor-superintendente da FPTI, Irineu Colombo.

Participaram os reitores: Salete Paulina Sirino, da Universidade Estadual do Paraná (Unespar); Alexandre Webber, da Universidade do Oeste do Paraná (Unioeste); Marta Regina Favaro, da Universidade Estadual de Londrina (UEL); Gisele de Carvalho, vice-reitora da Universidade Estadual de Maringá (UEM); Miguel Sanches Neto, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); Fábio Hernandes, da Universidade Estadual do Centro Oeste (Unicentro); e Fábio Martini, da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). As sete universidades são integrantes da Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp).

“Este encontro é inédito. É a primeira vez que todos os reitores das universidades são recebidos aqui na Itaipu para debater de forma conjunta a criação de um edital”, afirmou o presidente da Apiesp e reitor da UEPG, Miguel Sanches Neto. De acordo com ele, as universidades têm uma capilaridade muito grande no estado, com campi e centros de pesquisa em todas as regiões.

Segundo Sanches Neto, um dos assuntos que merecem atenção são os projetos voltados à energia fotovoltaica que, além de reduzir o custo energético das instituições de ensino, poderiam formar alunos no tema das energias renováveis, que têm grande impacto ambiental.

Após este primeiro contato, a Itaipu vai iniciar o debate sobre o tema com as universidades federais do Estado do Paraná e do sul do Mato Grosso do Sul.

Fonte: Itaipu Binacional

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More