Foz do Iguaçu terá três novos conjuntos habitacionais para atender 516 famílias

Vereadores aprovaram, nesta quarta-feira (20), os projetos do Poder Executivo para liberação de áreas para construção das moradias

Foto: Divulgação

Com um investimento previsto de R$ 85,1 milhões de recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), Foz do Iguaçu receberá três novos conjuntos habitacionais para atender 516 famílias.

Em sessão extraordinária, nesta quarta-feira (20), os vereadores aprovaram os projetos do Poder Executivo para liberação de áreas para construção das moradias. Com isso, o município consegue atender aos prazos do programa federal. 

Foram aprovados o Empreendimento Habitacional de Interesse Social Gal Costa (196 unidades), conjunto habitacional Elis Regina (160) e conjunto habitacional Rita Lee (160 unidades). Um dos terrenos, na região do Morumbi, vai contemplar dois conjuntos habitacionais (320) e outro será construído na região do Jardim São Roque (196).

“Em agosto, cadastramos as propostas com os terrenos públicos e em novembro tivemos a confirmação pelo governo federal com essas 516 unidades habitacionais. As pessoas serão contempladas de acordo com o grau de vulnerabilidade. Por isso é importante, atualizarem o cadastro no FozHabita”, disse o diretor-superintendente do instituto, Ian Vargas.

No primeiro semestre de 2024 ocorrerá a contratação das empresas que executarão as obras. As construções devem iniciar no segundo semestre. 

Conforme a seleção, a construção das 516 moradias, com recursos do FAR, deverá atender às novas regras estabelecidas após a retomada do Minha Casa Minha Vida, como proximidade dos centros urbanos, melhorias nas especificações dos imóveis, infraestrutura de qualidade, varanda e salas para biblioteca. “São áreas próximas de Cmeis e posto de saúde e que possuem infraestrutura”, garantiu Ian Vargas.

Além destas moradias, a prefeitura e o FozHabita firmaram convênio com a Itaipu Binacional que viabiliza a construção de mais de 254 casas. “Estamos garantindo a cidadania para mais 770 famílias. Isso sem contar com as mais de três mil famílias que estão recebendo a escritura dos seus imóveis”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro.

Juntos, os projetos do Minha Casa Minha Vida e em parceria com a Itaipu somam R$ 156  milhões em investimentos. 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More